X

SINOPSE
Desde o século XIX que os arquivos se encontram cheios de fotografias normalizadas, identificando delinquentes e criminosos. O dispositivo fotográfico, facilitando o trabalho de controle, tanto ao nível da constituição de um arquivo como no registo de provas documentais, afirma-se como instrumento ao serviço da polícia, do hospital e do asilo, da fábrica ou da escola, operacionalizando as estratégias de poder do universo político regulado pela nova ordem institucional. Um arquivo a interrogar. Uma escola. Um sistema de enunciados. Uma poética. Um desassossego.

NOTAS BIOGRÁFICAS

Alexandra Costa
Alexandra Costa, 1991 (Vila Nova de Gaia). Atualmente frequenta o segundo ano do mestrado em Artes Visuais, Práticas Artísticas e de Investigação na ESAP onde concluiu, em 2016, a pós-graduação em Arte Contemporânea. Participou em exposições coletivas, nomeadamente, “Diferenças Convergentes”, 2014, com o trabalho “Arquivo” e na exposição “Volvox”, 2015, com o trabalho “s/t”. Participou na 18ª Bienal Internacional de Vila Nova de Cerveira e na ARTS Sevilha, 2016, com o trabalho “Um lugar comum”. Integrou a exposição colectiva PROJECTOS_PROCESSOS_PROPRIEDADES | Espaço Mira, 2017, e A ALGUNS PASSOS COMO SE FOSSE MUITO LONGE, - Palacete Viscondes de Balsemão, Encontros da Imagem, Setembro-Outubro de 2017 com o projeto “Estudos sobre a entropia. Para uma hipótese de arte como sintropia”. Participação na ARTS Sevilla 2017, com o mesmo projeto. Integrou exposição coletiva, SEM IMAGO MUNDI. ANTES UM DESVIO ALEATÓRIO, no Planetário do Porto, 2018.

Bárbara Flores
Bárbara Flores, 1981 ( Coimbra) . Frequenta o primeiro ano do curso de Mestrado em Artes Visuais, Práticas Artísticas e Investigação, na Escola Superior Artística do Porto, instituição na qual conclui, em 2021, a licenciatura em Artes Visuais – Fotografia. Foi artista residente no PROJECTO TOMATE. corpo. trabalho. pobreza. , com a curadoria de Eduarda Neves e bolseira de iniciação à investigação no Centro de Estudos Arnaldo Araújo ¬¬¬ — Grupo de Arte e Estudos Críticos.
Em 2021 integrou a exposição coletiva “Guarda Sóis”, no Espaço Mira, Porto, com o trabalho “Carta da Prisão”. No mesmo ano e com a mesma obra participou na Ágora_Bienal de Arte Contemporânea da Maia 2021.

Eduarda Neves
Eduarda Neves é licenciada em Filosofia e doutorada em Estética. Autora de vários artigos e livros sobre arte contemporânea. Curadora independente cujos projectos têm sido apresentados em instituições e espaços independentes, nacionais e internacionais. A sua atividade de investigação e curadoria, articula os domínios da arte, filosofia e política. Colaboradora regular da revista de arte “Contemporânea” e editora convidada do próximo número impresso dedicado à fotografia no campo das artes visuais [ Dezembro,2021]. É professora e, actualmente, diretora da Escola Superior Artística do Porto. Integrou no biénio 2019-2020 a Comissão para a  aquisição de arte contemporânea do Estado Português e, atualmente, integra o comité de aquisição de arte contemporânea da coleção municipal do Porto.

Inês Simões
Inês Simões, 1998 ( Viana do Castelo ). Frequenta o primeiro ano do curso de Mestrado em Artes Visuais, Práticas Artísticas e Investigação, na Escola Superior Artística do Porto, instituição na qual conclui, em 2021, a licenciatura em Artes Visuais – Fotografia. Participou no workshop “FRANCIS BACON: INTERPRETAÇÃO DA OBRA À LUZ DOS MEIOS DIGITAIS”, integrado no contexto da exposição “GRAPHICS WORKS FRANCIS BACON”, Vila Nova de Gaia, na qual colaborou com a apresentação de uma animação e uma montagem fotográfica. Participou na exposição coletiva “Guarda-Sóis”, Espaço Mira, Porto, com a obra “(Des)contexto”.

Mariana Costa
Mariana Costa, 1998(Vila Nova de Famalicão). Frequenta o primeiro ano do curso de Mestrado em Artes Visuais, Práticas Artísticas e Investigação, na Escola Superior Artística do Porto, instituição na qual conclui, em 2021, a licenciatura em Artes Visuais – Fotografia. Participou no workshop “FRANCIS BACON: INTERPRETAÇÃO DA OBRA À LUZ DOS MEIOS DIGITAIS”, integrado no contexto da exposição “GRAPHICS WORKS FRANCIS BACON”, Vila Nova de Gaia, na qual colaborou com a apresentação de uma animação e uma montagem fotográfica. Participou na exposição coletiva “Guarda-Sóis”, Espaço Mira, Porto, com a obra “Untitled”.

Website — Eduarda Neves