Galeria Adorna
Em 2003, nasce o projeto que virá a definir-se tal como o conhecemos hoje – a Galeria Adorna Corações. Na Adorna Corações a fotografia é abordada de maneira contemporânea e eclética. São tidas em conta as diferentes facetas que um projeto pode representar, sem limites ou censura. Neste espaço, a fotografia é compreendida como pluridisciplinar no que toca à sua forma e às suas motivações. São organizadas seis exposições por ano, cujo principal objetivo é facultar e efetivar encontros, cruzamentos, trocas e reconhecimento da prática da fotografia contemporânea. A direção da galeria encontra-se ao encargo de Estefânia R. de Almeida que comissaria a maior parte das exposições. Estefânia R. de Almeida nasceu em Paris, em 1973 e reside em Portugal desde 1992. Apaixonada por fotografia, tornou-se numa colecionadora desde a adolescência. Esta paixão levou-a a aprofundar conhecimentos na temática e, mais tarde, resolve abrir ao público, um espaço de exposições por onde passam hoje fotógrafos nacionais e internacionais, alguns que fazem já parte da história da arte da fotografia. O objectivo sempre consistiu em oferecer, a um público alargado, trabalhos que representam um valor estético, intelectual e com relevância contemporânea.